Make your own free website on Tripod.com
A Justificação do Ímpio

14/06/07

Acima
Avançar

 

Justificar é um termo judicial.

            Significa: absolver, declarar justo, pronunciar setença de aceitação.

            Envolvimento em relações legais.

            Conseqüências (réu perante o justo Juiz):

                        Condenação

                        Absolvição

            Significa: o estado de aceitação para qual se entra pela fé.

 

A justificação do ímpio. Leitura de II Rs 5:1-17.

 

Naamãà arrogante, comandante do exército da Síria, mergulhar no rio era uma ofensa, terra para adoração. Serva usada por Deus (escrava da mulher de Naamã).

 

JUSTIFICAÇÃO

            Subtração dos pecados. Adição da justiça.

            Estado de aceitação para qual se entra pela fé. Essa aceitação é dom gratuito da parte de Deus, posto a nossa disposição pela fé em Cristo.

            É um ato da livre graça de Deus pelo qual ele perdoa todos os nossos pecados e nos aceita como justos aos seus olhos somente por ser imputada a justiça de Cristo, que se recebe pela fé.

 

            Justificação é mudança de posição.

            Antes à condenado           Agora à goza de absolvição

            Antes à condenação         Agora à divina aprovação

 

O presidente da República pode perdoar um criminoso, mas não pode reintegra-lo na posição daquele que nunca cometeu um crime.

 

Mas o ato de Deus, coloca o ofensor na posição de justo; o que é mais que perdão e remoção da condenação.

 

Tesouro: Deus justifica o Ímpio!!!!

 

Lc 4:25-27

 

Tais maravilhas foram atos de misericórdia e compaixão especiais, e não milagres. É um legado de Cristo à compaixão

 

O QUE CRISTO QUER NOS ENSINAR COM ISTO?

 

Que somente pela obediência as bênçãos são derramadas!!!

 

Versículo 10 – Leitura

 

Lavagens tinham um significado de rituais orientais de purificação. O Sete representava a perfeição. NÃO ERA RITUAL DE CURA.

 

Versículo 14 – Leitura

 

Obediência à Testemunho

A cura de Naamã foi pela misericórdia e não pelo poder de Eliseu.

 

Versículos 15, 16, e 17 – Leitura

Naamã não era um judeu!!!!

 

Dessa história vamos tomar algum ensinamentos para nós:

1.      Há um só Deus verdadeiro.

2.      Deus pode salvar e perdoar.

3.      Deus opera segundo sua vontade.

4.      Deus é misericordioso, e perdoa qualquer um que se volta para Ele, sem se importar em nacionalidade ou seus antecedentes.

 

CONCLUSÃO

Você crê que é um pecador?

Você crê que todo pecador está condenado à perdição, se não aceitar a rendição de Deus?

Você crê que Jesus Cristo pode perdoar seus pecados?

 

Confesse a Senhor Jesus como Salvador, como Senhor da sua vida!!!

 

Leitura Rm 10:9-10

 

Somente Deus tem a salvação e o 1º Ato, é um ato seu, uma ação sua >> Levantar-se! Lavar-se!

O 2º Ato, é o ato de humildade diante de Deus >> ato de rendição

 

Home | A Justificação do Ímpio | Fé Salvadora

Este site foi atualizado em 14/06/07